fbpx

Volta Às Aulas: Cuidados Além Do Material Escolar

Blog

Enfim, o grande dia. Primeiro dia de aula, frio na barriga, curiosidade e um ar de novidade no ar. Tudo novinho, mochila, caderno, lápis, professores, colegas…

Mas será que não esquecemos de nada?

Sim, apesar de invisíveis precisamos nos preocupar com algumas doenças comumente presentes nas escolas, pois são locais onde há muitas crianças juntas em ambientes fechados e de muita socialização.

“As crianças até os dez anos de idade ficam, em média, 16.000 horas dentro da escola, em contato estreito com outras crianças, expondo seus sistemas imunológicos a um constante desafio”, alerta o pediatra Edimilson Migowski, professor adjunto de infectologia pediátrica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e secretário do Departamento de Infectologia da SBP.

A maior parte das doenças infecciosas graves são hoje preveníveis por vacina. Porém, é preciso estar atento aos calendários de vacinação. Frequentar o médico é fundamental para manter a saúde em dia. Ele é o profissional indicado para informar quais vacinas são necessárias e em que época. E atenção, o Calendário Nacional de Imunizações (referente às vacinas disponíveis nos postos de saúde) é muito bom, todavia muitas das vacinas recomendadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP e Sociedade Brasileira de Imunizações – SBIm são encontradas somente na rede privada de vacinação.

A SBP recomenda que os pequenos entre 4 e 6 anos recebam o reforço das vacinas contra coqueluche, sarampo, caxumba, rubéola, difteria e tétano.

É preciso estar atento também à catapora (varircela), à gripe, meningite e hepatites A e B.

Confira o calendário de vacinação da criança aqui e converse com o seu médico.

Vacinação em dia é cuidar da sua saúde e de todos ao seu redor. É um ato de cidadania.

Post anterior
Nova Vacina Previne Meningite A Partir De Um Ano De Vida!
Próximo post
Nova Vacina Contra Dengue!

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.
Menu